Tecnologia

Amazon Sidewalk: é tão assustador como parece?

Descobre o que é a Amazon Sidewalk e como pode afetar a nossa vida.

Pedro Rodrigues
12 de Jul de 2021
3 minutos de leitura

Índice

A nova aposta da Amazon chama-se Sidewalk e pretende melhorar a comunicação entre mais dispositivos num raio de alcance ainda maior.

O que é o Amazon Sidewalk?

Com o Sidewalk, a gigante norte-americana pretende manter os dispositivos ligados entre si, independentemente da existência de uma rede principal. Ou seja, desta forma, pretende-se que os smart devices consigam comunicar entre si de uma forma mais fácil e direta, sem necessidade de se conectarem a uma rede extra.

O Amazon Sidewalk permite comunicação entre dispositivos que se encontrem a até 1 km de distância.

Como funciona?

Existem dois tipos de dispositivos neste sistema: os Sidewalk Bridges e os que podem ser associados ao Sidewalk. Tal como o nome indica, os Sidewalk Bridges estabelecem uma ligação que funcionará como uma espécie de ponte entre os restantes dispositivos.

Desta forma, um utilizador de um Bridge poderá fornecer ligação a um dispositivo de outro utilizador que esteja disponível para se associar ao Sidewalk.

Ou seja, torna-se possível que uma pessoa sem internet em casa utilize sistemas que necessitam de acesso à internet, como o Amazon Echo (o assistente virtual da Amazon), por exemplo, uma vez que o Echo poderá aceder às pontes existentes na vizinhança, e utilizar essas pontes para comunicar com a Cloud.

Isto significa que todos os dispositivos na tua vizinhança irão formar uma rede entre eles e não serão só os teus dispositivos a utilizar a largura de banda da tua internet, mas também os dos teus vizinhos.

Photo by NASA / Unsplash

Quais os perigos para a segurança e privacidade da minha rede interna?

Para além do que possa inicialmente parecer, a largura de banda utilizada por estes dispositivos será mínima e, possivelmente, não terá qualquer impacto na utilização diário do utilizador comum. Tal acontece por o Sidewalk ter um limite máximo de 80 Kbps para cada transmissão com um limite de 500 MB por mês. Ou seja, apesar de tudo, este acaba por não ser o principal problema neste sistema.

Para além disso, a rede criada pelos dispositivos é "invisível", sendo que os dispositivos que se ligarem a redes dos vizinhos não ficarão realmente conectados à rede nem o dono da rede poderá ver que dispositivos estão ligados.

Relativamente à privacidade, e tendo em conta que estamos a falar de smart devices, cuja preocupação pela privacidade é bastante reduzida, o Sidewalk vem aumentar ainda mais os problemas de privacidade existentes.

Um exemplo bastante utilizado nesta situação é a utilização de localizadores Bluetooth em mochilas, animais domésticos, chaves, etc... À primeira vista pode parecer bastante prático, principalmente porque podemos receber um alerta quando o cão foge, ou quando nos afastamos demasiado da mochila num local público. Mas, por outro lado, estes dados podem também fornecer dados como a duração das nossas viagens, a frequência ou até o trajeto que tomamos quando vamos passear o cão. Sendo estes dados que podem até não parecer assim tão críticos, devemos ter em consideração a informação sobre a vida de cada utilizador que é possível ter quando estes dados são combinados com todos os outros obtidos de muitas outras fontes.

Como contrapartida, a Amazon promete apagar toda a informação recebida a cada 24h e ainda gerar constantemente novos IDs para cada dispositivo de forma a que não seja possível associar a informação recebida aos seus utilizadores.

Sidewalk em Portugal?

Nesta fase, o Amazon Sidewalk está apenas disponível nos EUA, mas sistemas semelhantes já existem em Portugal há uma série de anos. Exemplo disso é o NOS Wi-Fi, que permite que os clientes NOS possam partilhar a sua largura de banda, criando uma rede que pode ser utilizada por outros clientes da empresa. Esta rede está associada a um sistema implementado a nível mundial, o Fon, sendo que os utilizadores destas redes poderão conectar-se à internet em qualquer país através de alguma rede que faça parte deste sistema.

Não percas pitada do UPDATED!

Assina a nossa newsletter para receberes as últimas novidades de Tecnologia diretamente na tua caixa de entrada.

Oops! There was an error sending the email, please try again.

Awesome! Now check your inbox and click the link to confirm your subscription.