Tecnologia

Apple: óculos de Realidade Virtual deverão requerer conexão a um iPhone

A chegada do headset VR/AR da Apple poderá acontecer em 2022.

Eduardo Silva
13 de Set de 2021
3 minutos de leitura

As informações ainda são poucas sobre os óculos de realidade virtual/aumentada da Apple, sabendo-se apenas que há fortes possibilidades de a empresa da maçã se aventurar neste segmento já no verão de 2022.

No entanto, algumas fontes vão tendo acesso a informações privilegiadas, como é o caso do The Information, que partilhou recentemente alguns pormenores importantes sobre o tema.

Photo by Daniel Korpai / Unsplash

De acordo com a fonte, o novo headset da Apple deverá requerer a conexão a um iPhone, iPad ou outro dispositivo Apple para a sua utilização. Este novo dispositivo terá um funcionamento muito semelhante ao Apple Watch nas suas versões Wi-Fi (especialmente nas suas primeiras versões), deixando para um segundo dispositivo a grande parte das tarefas de processamento.

Isto é, enquanto, por exemplo, o iPhone fará grande parte do processamento, o novo headset AR/VR vai focar-se na autonomia e na conectividade. Para tal, a Apple desenvolveu um novo processador de 5 nm especificamente para este aparelho, com o foco, precisamente, na eficiência, transmissão de dados e compressão/descompressão de vídeo.

Por outro lado, a neural engine não foi incluída no processador, o que vai permitir ao dispositivo poupar bateria. Certo é que, mais uma vez, isto fará depender o headset do processamento AI do dispositivo ao qual estiver conectado.

Segundo a fonte, a estratégia delineada para estes óculos AR/VR será muito semelhante à do Apple Watch, sendo que a empresa de Cupertino, ao longo dos anos, foi tornando o seu relógio inteligente cada vez mais autónomo.

O anúncio deverá acontecer em 2022

Como mencionamos acima, ainda não há certezas sobre este novo produto da Apple, com as informações que têm surgido a partirem de fontes não oficiais. Isto significa que, ainda que a Apple esteja, de facto, a trabalhar neste produto, apenas aquando do seu lançamento poderemos confirmar todas as suas características e capacidades.

Esse lançamento poderá estar ainda a um ano de acontecer. A TSMC será a responsável pelo fabrico dos processadores do headset e a sua produção em massa estará alegadamente agendada para daqui a um ano. Isto significa que será pouco provável que vejamos a primeira aposta da Apple num dispositivo dedicado à realidade virtual e aumentada antes do verão de 2022.

Apple’s AR/VR Headset Will Need Connection to Other Device Such as iPhone
New details of the custom chips designed by Apple for its forthcoming virtual reality and augmented reality headset indicate it will need to be wirelessly tethered to a phone or a similar device for the most advanced features, just as early versions of the Apple Watch required users to carry ...

Este ano antes do início da produção deverá dar tempo suficiente a ambas Apple e TSMC para alinhavarem os últimos pormenores quanto ao processador, que alegadamente terá um sensor de imagem de grandes dimensões e que implica dificuldades na produção. Este sensor será responsável pela captura de imagem do ambiente que circunda o utilizador, pelo que será importante que este sensor seja capaz de absorver o máximo de informação possível.

Como tudo isto em conta, acredita-se que o novo headset da Apple poderá ser revelado ao mundo na WWDC 22 e com as vendas a começarem no final de 2022 ou no início de 2023, o que vai de encontro às datas acima referidas quanto à produção em massa do chipset pela TSMC.

Não percas pitada do UPDATED!

Assina a nossa newsletter para receberes as últimas novidades de Tecnologia diretamente na tua caixa de entrada.

Oops! There was an error sending the email, please try again.

Awesome! Now check your inbox and click the link to confirm your subscription.