Tecnologia

Comissão Europeia vai propor carregador USB-C obrigatório para todos os dispositivos vendidos Europa

Será desta que o iPhone vai receber uma entrada USB-C?

Eduardo Silva
24 de Set de 2021
2 minutos de leitura
Photo by Marcus Urbenz / Unsplash

As entradas USB-C generalizaram-se no mercado tecnológico desde há 6 anos para cá, sendo atualmente o tipo de entrada mais utilizado. A forma como esta conexão por cabo se generalizou leva a que vários desejem que se torne obrigatório para todas as marcas que ainda não aderiram à "moda" (veja-se, a título de exemplo, a Apple com o iPhone) passarem a incluir este tipo de entrada para o carregamento dos seus dispositivos.

Pois bem, os países da União Europeia parecem ser os primeiros candidatos a ver esta regra implementada, já que a Comissão Europeia está a preparar uma proposta legislativa que obriga todos os fabricantes de smartphones, tablets e headphones a utilizarem como entrada de carregamento um porte USB-C.

De acordo com a Reuters, a intenção da UE será tornar unificar o tipo de carregamento de todos os dispositivos através do mesmo tipo de entrada, permitindo aos utilizadores utilizarem apenas um carregador para todos os seus terminais, não necessitando de vários cabos para os diferentes tipos de entradas que algumas marcas tendem a incluir.

À esquerda, o cabo Lightning da Apple; à direita, o cabo USB-C;

A proposta é mais abrange também os carregadores nas caixas. Numa tentativa de reduzir o impacto ambiental da produção de gadgets, a Comissão Europeia propõe também a não inclusão de carregadores nas caixas dos novos dispositivos, que também será um benefício económico para as fabricantes. Curiosamente, este é um passo já dado por algumas marcas e que foi a Apple a introduzir em 2020, ao não incluir carregador nas caixas dos seus iPhone 12, situação que continua a verificar-se com o iPhone 13.

Ainda relativamente à entrada USB-C, denota-se que esta não será uma transição especialmente penalizadora para o mercado Android. Ao contrário da Apple, a grande maioria dos dispositivos Android utilizam entrada USB-C, tal como os novos gadgets que têm chegado ao mercado. Denota-se também que um grande número de fabricantes está a apostar neste tipo de entrada também em computadores portáteis.

Já a Apple, que continua a manter uma boa fonte de rendimento através dos acessórios vendidos a pensar na entrada Lightning e do programa Made for iPhone, estas são notícias potencialmente inconvenientes. A empresa da maçã veio noutras ocasiões referir que este tipo de regras poderá resultar na criação de mais desperdício tecnológico e também impedir o desenvolvimento tecnológico por parte das marcas, que ficam limitadas a um tipo de entrada para os seus carregadores.

A Comissão Europeia já veio confirmar que vai avançar com a proposta legislativa e que, entre os planos, estará também a harmonização das tecnologias de carregamento rápido, impedindo as marcas de limitarem a potência de carregamento quando são utilizados carregadores de marcas de terceiros, garantindo que os dispositivos possam ser carregados sempre à potência máxima suportada, independentemente da marca do carregador e desde que o próprio carregador forneça esse tipo de potências.

Não percas pitada do UPDATED!

Assina a nossa newsletter para receberes as últimas novidades de Tecnologia diretamente na tua caixa de entrada.

Oops! There was an error sending the email, please try again.

Awesome! Now check your inbox and click the link to confirm your subscription.