Tecnologia

Facebook vai apagar mais de mil milhões de dados de reconhecimento facial

O Facebook veio demonstrar preocupação com a privacidade dos utilizadores

António Guimarães
8 de Nov de 2021
1 minuto de leitura

Num anúncio inesperado, a Meta afirmou que irá apagar uma grande fatia de dados de reconhecimento facial do Facebook. A empresa, recentemente renomeada, possui atualmente uma das maiores bases de dados, com milhões de utilizadores pelo mundo inteiro.

Meta: o novo nome do Facebook, explicado
Compreende a mudança do Facebook

Desta forma, o Facebook vai deixar de utilizar o seu sistema de reconhecimento facial para identificar pessoas nas fotografias. A sua base de dados gigantesca permitia à rede social providenciar essa funcionalidade aos seus utilizadores.

Facebook mostrou preocupação com privacidade dos utilizadores

As palavras "Facebook" e "preocupação com privacidade" são raramente utilizadas na mesma frase. Ainda assim, um dos representantes do Facebook, Jerome Pesenti, afirmou que a inteligência artificial continua a ser uma ferramenta importante para a empresa.

Pesenti deu o exemplo da verificação de identidade para camada de proteção extra nas suas contas. Esse seria um exemplo legítimo de utilização da inteligência artificial para a empresa. Agora, Pesenti afirma que existem preocupações de privacidade relativamente a essa tecnologia.

Facebook e a Meta evitam assim dores de cabeça

A verdade é que o sistema de inteligência artificial do Facebook trouxe vários problemas para a empresa. Entidades reguladoras nos Estados Unidos e União Europeia têm pressionado a empresa de Mark Zuckerberg sobre o seu uso "indevido" dos dados de utilizadores e, agora, parece que vemos algo a esse respeito.

Não percas pitada do UPDATED!

Assina a nossa newsletter para receberes as últimas novidades de Tecnologia diretamente na tua caixa de entrada.

Oops! There was an error sending the email, please try again.

Awesome! Now check your inbox and click the link to confirm your subscription.