Ciência

Primeira morte humana pelo vírus Monkey B, na China

O vírus Monkey B, que afetava especificamente macacos, foi o responsável pela primeira morte humana, na China.

Diogo Simões
10 de Ago de 2021
2 minutos de leitura
Photo by Erik-Jan Leusink / Unsplash

Índice

Segundo reportado pelo Centro Chinês de Centro de Doenças (CCDC), no início de julho, um veterinário de Beijing morreu ao contactar com o vírus Monkey B.

O que vírus é este?

Fonte: DNA Explainer

O Monkey B, ou vírus B, é um tipo de herpes que é transmitido de forma horizontal, isto é: transmitido por contacto direto através de fluidos corporais. Este risco de transmissão, contudo, é deveras baixo e só um caso é conhecido e que remonta aos anos 90.

Este vírus, que afeta especificamente macacos, torna-se mais propenso à transmissão àqueles que trabalham no ramo da pesquisa ou cuidado animal. Porém, a sua letalidade após contraída situa-se entre os 70 a 80%, o que representa um elevado risco.

Nos macacos, este vírus pode estar presente no cérebro, nas fezes, urina, saliva e espinal medula. Já os sintomas em humanos podem demonstrar-se no prazo de um dia a três semanas

Como aconteceu a transmissão?

No caso desta vítima de 53 anos, este dissecava dois animais mortos para pesquisa, em março, tendo posteriormente revelado sintomas como náuseas e vómitos nos meses seguintes. Sintomas neurológicos foram também sentidos e, apesar do internamento médico, veio a falecer em maio.

Do que se sabe do vírus e da sua transmissão, é que também pode sobreviver por horas em superfícies.

O que foi posteriormente feito e apurado?

New visualisation of the Covid-19 virus
Photo by Fusion Medical Animation / Unsplash

Após o conhecimento do caso, diversos testes foram realizados por forma a conseguir determinar as causas da transmissão e de que forma pode ter afetado pessoas próximas que contactava. Após os diversos testes, descobriu-se que se estava perante uma infeção por um vírus alfa (alphavirus infection).

Uma alphavirus infection caracteriza-se por ser "uma infeção de risco económico e de saúde elevado pela ausência de terapia antiviral ou vacina".

Por meio destes resultados, o CCDC identificou este vírus como uma potencial ameaça para os trabalhadores do setor, tendo sugerido uma maior vigilância em laboratório do vírus. Na verdade, este contágio tornou-se no primeiro caso documentado na China. Apesar do caso parecer isolado, foi reportado no ano passado que, nos EUA, nomeadamente na Florida, mais de 500 macacos estão infetados com o vírus BV.

Não percas pitada do UPDATED!

Assina a nossa newsletter para receberes as últimas novidades de Tecnologia diretamente na tua caixa de entrada.

Oops! There was an error sending the email, please try again.

Awesome! Now check your inbox and click the link to confirm your subscription.