Ciência

Vacinas mRNA podem não ser ainda uma solução eficaz para a gripe sazonal

As vacinas mRNA podem ser o futuro da vacinação, mas há ainda algumas dificuldades na sua implementação.

Eduardo Silva
21 de Dez de 2021
2 minutos de leitura
Photo by Ed Us / Unsplash

A Moderna divulgou recentemente dados relativos aos testes à nova vacina para a gripe sazonal que utiliza a mesma técnica que a vacina contra a COVID-19, mas os resultados ficaram aquém do esperado.

Com o grande sucesso das vacinas mRNA desenvolvidas pela Moderna e pela Pfizer, foi com bons olhos que a ciência encarou o desenvolvimento de uma vacina mRNA para a prevenção da gripe sazonal, com estratégias bem definidas para o desenvolvimento destas vacinas e planos para a sua aplicação já neste inverno.

Estas vacinas entram no nosso organismo com uma molécula mRNA, que contém instruções para que o corpo humano produza uma proteína que por sua vez vai estimular o nosso sistema imunitário a preparar-se para combater o vírus a prevenir. Após a eficácia deste tipo de vacinas no combate à COVID-19, acreditava-se que os mesmos resultados pudessem ser aplicados para a defesa contra outro tipo de doenças, sendo que por todo o mundo está a ser aplicada esta técnica.

Apesar das boas perspetivas quanto ao potencial das vacinas mRNA, a verdade é que os estudos da Moderna concluíram que este tipo de vacinas não conseguiu atingir um nível de eficácia superior às atuais vacinas disponíveis no mercado, cuja eficácia se situa entre os 40 e os 60% para a prevenção da Influenza. Por outro lado, o estudo concluiu ainda que este tipo de vacina provocou um maior número de efeitos secundários.

Apesar de não apresentarem vantagens ao nível dos resultados na prevenção da doença, os investigadores acreditam haver ainda potencial a explorar neste tipo de vacina, que poderá mesmo tornar-se mais eficiente do que as atuais opções. Para além do potencial inerente às vacinas mRNA, consideram também que a facilidade na produção em massa desta vacina pode tornar-se importante para a sua distribuição bem mais célere e eficaz, o que ajudará a colocar a vacina em circulação e com a possibilidade de chegar a mais pessoas.

Quanto à Moderna, novos testes e estudos estão já agendados para a nova vacina mRNA contra a gripe sazonal, sendo que a empresa norte-americana acredita que os dados já obtidos, apesar de se traduzirem em resultados animadores, são ainda curtos para tirar verdadeiras conclusões sobre este tipo de vacina.

Não percas pitada do UPDATED!

Assina a nossa newsletter para receberes as últimas novidades de Tecnologia diretamente na tua caixa de entrada.

Oops! There was an error sending the email, please try again.

Awesome! Now check your inbox and click the link to confirm your subscription.